Sangria de Caixa: o que é e para que serve?

Sangria de Caixa: o que é e para que serve?

Você sabe explicar o que é Sangria de Caixa e para que serve?

Empresas que tem atendimento ao consumidor final, de forma geral trabalham com ao menos um caixa, e um procedimento comum é a Sangria de Caixa.

Sangria de Caixa o que é e para que serve

O que é Sangria de Caixa?

Podemos dizer que Sangria de Caixa é de forma geral, uma retirada não programada de dinheiro do caixa, seja para algum pagamento imprevisto, ou mesmo para que não fique tanto dinheiro parado no caixa.

Sabemos que deixar muito dinheiro no caixa pode ser perigoso, e melhor é tê-lo em local mais seguro. Você já deve ter visto por exemplo em supermercados, onde os supervisores de caixas de tempos em tempos retiram parte do dinheiro, e o levam para um local mais seguro, justamente para evitar assaltos. Este é apenas um dos motivos de fazer a sangria do caixa.

Como fazer uma Sangria de Caixa?

Bom, mas não podemos simplesmente tirar o dinheiro do caixa, é necessário ter o registro desta saída, e neste caso, utiliza-se a sangria.

O registro da sangria é necessário para que ao final do dia, ao fazer o fechamento de caixa esta retirada esteja devidamente registrada. A falta deste registro, automaticamente fará com que o caixa não “feche”, ou seja, gerando “quebra” de caixa.

Como tornar este processo mais ágil e seguro?

O procedimento de sangria é algo normal e importante, e a melhor forma de tornar este processo mais ágil e seguro é através de um sistema de gestão empresarial.

Um ERP permite que no exato momento da sangria o registro seja feito, facilitando enormemente sua gestão financeira, com as informações todas integradas.

ERPs são soluções eficientes para melhorar processos de sua empresa, tornando-os mais ágeis e seguros.

Já que estamos falando de Caixa, você sabe o que é Fluxo de Caixa?

Conheça as soluções que a CB Sistemas tem para auxiliar em seu negócio. 🙂

A CB Sistemas é uma empresa Blumenauense voltada para desenvolvimento de Sistemas de Gestão empresarial. Desenvolvendo produtos confiáveis e versáteis, capazes de atender as necessidades e proporcionar resultados precisos, indispensáveis na tomada de decisões.