Ambientação de lojas de moda infantil

Criar um ambiente, dentro e fora da loja, para os pequenos é o objetivo do comércio varejista que atende o segmento infantil.

Loja de moda infantil

De ambientes coloridos aos mais cleans, vitrines e áreas internas para as lojas de moda infantil podem cativar crianças e os pais com o uso de muita criatividade
As técnicas de exposição dos produtos infantis nas vitrines devem encantar os filhos para agradar os pais e criar um diferencial no padrão de montagem, com universos e necessidades diferentes.
Para atender esse público, a preocupação é alcançar os olhares de ambos consumidores: os pequenos e os adultos, determinando espaços e decorações para cada faixa etária, seja para crianças ou infanto-juvenil, pois os gostos são diferentes em cada uma delas.
Confira algumas dicas:
– mantenha produtos e os temas escolhidos na altura de ambos os cliente, para os pequenos e os pais, pois é importante atender esses dois públicos no varejo de moda infantil;
– ambientes coloridos e agradáveis são aspectos que sempre devem ser levados em consideração nesse ramo, mas sem criar um ambiente carregado;
– algumas lojas optam por criar um visual mais clean, o que pode dar certo, basta não esquecer de sempre relacionar a algum artigo ou aspecto que cative os pequenos;
– se o estabelecimento comercializar produtos para diferentes faixa-etárias, o uso de manequins que remetem a crianças e adolescentes pode ser um recurso interessante para expor os produtos na vitrine;
– cenários temáticos, tanto na decoração das vitrines como no interior da loja, despertam curiosidade, e dependendo do tema proposto, é possível impressionar ambos os públicos;
– balanços podem ser sempre utilizados em vitrines, independente da época do ano; e
– dentro da loja, espaços de interação para os pequenos, com brinquedos ou blocos de colorir podem servir para entreter as crianças enquanto os pais escolhem os produtos.

Fonte: site Sebrae

CB Sistemas

A CB Sistemas é uma empresa Blumenauense voltada para desenvolvimento de Sistemas de Gestão empresarial. Desenvolvendo produtos confiáveis e versáteis, capazes de atender as necessidades e proporcionar resultados precisos, indispensáveis na tomada de decisões.