Do Walkman, lançado há 35 anos, ao Spotify, a tecnologia criou novos formatos para manter a música sempre por perto

Com o advento de novas tecnologias, nossa forma de ouvir música mudou radicalmente.

Veja abaixo alguns exemplos:

Walkman TPS-L2 (1979)

Walkman TPS-L2 (1979)

Lançado em 1979 pela Sony, o TPS-L2 vendeu cerca de 1,5 milhão de unidades em dois anos. Com energia fornecida por duas pilhas AA, o primeiro walkman era vendido nos EUA por 150 dólares

 

Discman D-50 (1984)

Discman D-50 (1984)

Dois anos depois de ter iniciado a produção em massa de CDs, a Sony lançou o D-50 em 1984. O primeiro discman pesava aproximadamente 590 gramas e ajudou na popularização do novo formato.

 

DAT (1987)

DAT (1987)

Outro formato criado pela Sony que não vingou foi o Digital Audio Tape (DAT). Lançadas em 1987, as fitas DAT, que armazenavam áudio em formato digital, deixaram de ser produzidas pela empresa só em 2005.

 

Minidisc MZ-1 (1992)

Minidisc MZ-1 (1992)

O Minidisc foi lançado pela Sony em 1992. No mesmo ano, a empresa começou a vender o MZ-1, primeiro gadget apto a executar o novo formato. No fim, a novidade terminou não pegando.

 

Rio PMP300 (1998)

Rio PMP300 (1998)

Um dos primeiros MP3 players a serem lançados no mercado, o Rio PMP300 saiu em 1998. Lançado pela Diamond, o gagdet tinha capacidade para armazenar 32 MB de música e vendeu mais de 200 mil unidades.

 

GN803 Tavarua (1999)

GN803 Tavarua (1999)

Com a popularização dos PCs na década de 1990, formatos digitais como o MP3 começaram a ganhar espaço. De olho nisso, a empresa americana Genica lançou em 1999 o GN803 Tavarua – primeiro CD player portátil capaz de ler CDs com arquivos MP3.

 

Napster (1999)

Napster (1999)

Criado pelos adolescentes Shawn Fanning e Sean Parker, o Napster foi a primeira grande rede de compartilhamento de música online. Apesar do sucesso, a rede foi alvo de processos por parte de gravadoras e terminou fechando em 2001.

 

iPod (2001)

iPod (2001)

O iPod, da Apple, foi lançado em outubro de 2001. Inicialmente compatível apenas com computadores Mac, ele passou a conversar também com PCs rodando Windows numa fase posterior. O MP3 Player portátil chegou ao Brasil numa versão com capacidade de 5 GB de armazenamento – podendo guardar até 1.000 músicas.

 

iTunes (2003)

iTunes (2003)

A loja iTunes, da Apple, inaugurada em 2003, foi a primeira a ter sucesso com a venda de música por download. Foi fundamental para que as gravadoras deixassem de ver o download de música com desconfiança.

 

Spotify (2006)

Spotify (2006)

Site de streaming de música criado em 2006, o Spotify só chegou ao Brasil em 2014. Esse tipo de serviço é uma tendência e deve se tornar, com o tempo, a forma mais comum de se ouvir música.

Fonte: site exame.com

Quais as mudanças que teremos pela frente ainda? Difícil saber, mas com certeza muitas novidades em mobilidade nos serão apresentadas, e destas, algumas serão bem aceitas e outras com certeza não cairão no gosto dos usuários.

CB Sistemas